Dianabol [Metandrostenolona]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dianabol [Metandrostenolona]

Mensagem por Shadow em Dom Jun 02, 2013 1:47 pm

A metandrostenolona (Dianabol) é um esteróide anabolizante originalmente desenvolvido por John Ziegler e lançado nos Estados Unidos em 1956 pela Ciba.
Ela era utilizada como suplemento para o crescimento muscular por fisiculturistas, até que foi banida pela FDA. Apesar disso, a metandrostenolona continua a ser produzida em países como o México com o nome de Reforvit-b, e ainda é fabricada na Rússia, assim como na Tailândia, e subsequentemente é vista no mercado negro dos Estados Unidos. A produção na maior parte da Europa Ocidental e nos Estados Unidos foi interrompida. Alguns laboratórios brasileiros ilegais também produzem este esteróide.
Metandrostenolona mais conhecida pelo nome de Dianabol ou pelos atletas de DBoll ou só por Diana, é um EAs que tem muitos apaixonados por todo o mundo.

Uma História Rápida:

Meados dos anos 50, os russos estavam dominando o cenário esportivo e isso estava incomodando e muito os Estados Unidos. Há uma história que o EUA contaram com ajuda de um atleta russo que se submeteu a alguns exames ajudando eles a detectarem a tal substância, e além dessa versão existe outra que fala que eles não tiveram muito trabalho para descobrir o porque dos atletas russos estarem sempre um passo a frente no halterofilismo e outras modalidades, foi entregue pelo próprio técnico russo em uma confraternização onde ficou bêbado e acabou entregando o segredo. Bom, exatamente o que aconteceu para descobrirem não se sabe ao certo, só o que temos certeza é que os americanos descobriram que eles estavam fazendo uso de testosterona sintética. E foi aí praticamente que se deu o início da corrida de atletas atrás da medicina para conseguirem melhores resultados. Nessa época o médico da equipe de levantamento de peso americana, o Dr.
John Ziegler, desenvolveu o primeiro EAs derivado da testosterona. A substância desenvolvida pelo médico recebeu o nome de Metandrostenolona e a sua patente foi vendida à Ciba Pharmaceutical Company que colocou o nome comercial de DIANABOL , o qual é conhecido até hoje nos quatro cantos do mundo. E a partir da metandrostenolona foram desenvolvidos outros EAs.




Características da Metandrostenolona (Dianabol)
Tempo de ação Oral: de 6~8 horas.
Tempo de ação Injetável: de 48~72 horas.
Hepatotóxica: Sim
Aromatiza: Sim
Converte-se em DHT: Não
Acne: Sim
Retenção hídrica: Sim
Pressão Alta: Sim

Por ser de administração fácil e ter sido a pioneira a metandrostenolona ganhou adeptos em várias modalidade esportivas, chegando a ser o segundo EAs mais usado só ficando atrás da testosterona.
O Dianabol foi retirado de circulação em 1980, mesmo ele tendo sido usado como um "Tônico para mulheres", não teve grande importância na medicina. Só que a substância Metandrostenolona ainda continuou sendo fabricada legalmente em alguns outros países como México, Rússia, Bulgária e Tailândia, e esses países que abastecem o mercado mundial, só que com outros nomes comerciais como Anabol, D-bolic.
Para variar, a metandrostenolona é proibida no Brasil, só que é até muito fácil encontrá-la no mercado paralelo produzida por laboratórios undergrounds localizados dentro do Brasil.

Efeitos:

Então porque será que ele é o segundo mais usado?
Mesmo existindo em comprimidos e na forma injetável, é mais comuns ser usado oral, tanto pela praticidade como por ser mais fácil de se achar para comprar.
Droga de ação rápida e forte, a metandrostenolona obtém um grande aumento de peso em um curto espaço de tempo. A Construção Muscular é beneficiada graças a maior retenção de nitrogênio, só que nem todo peso obtido é massa muscular e sim também um acúmulo de líquido.
E isso faz os músculos terem uma aparência de maiores e mais cheios, prejudicando a definição muscular à medida que parte desse acúmulo líquido é alocada fora dos músculos, entre os músculos e a pele.
Essa droga também possui um interessante mecanismo de retenção de potássio, o que serve como um contra-peso para a grande retenção de sódio proveniente do metil-estradiol.
Não posso deixar de falar que ele é responsável por um grande aumento de força, e com isso torna-se possível treinos com intensidades e cargas impressionantes. Colocando os prós e contras numa balança, ela é de grande ajuda na construção muscular.
Agora que falamos dos benefícios que esta substância pode trazer para quem está em busca de Hipertrofia Muscular, vamos falar sobre o COLATERAIS.

Efeitos Colaterais:

Mesmo sendo uma droga considerada não muito androgênica, tendo seu valor androgênico entre 40 e 60, colaterais como oleosidade da pele, acne e queda de cabelo podem acontecer. Sabemos também que nesse caso a Finasterida não seja de grande ajuda no combate de colaterais androgênicos, como queda de cabelo.
Graças ao metil-estradiol, resultado da aromatização da metandrostenolona, colaterais de origem estrogênica podem surgir durante o ciclo. O que mais aparece nos usuários dessa droga é a retenção hídrica, e com isso compromete a definição muscular e ainda por esse motivo, problemas como pressão alta podem acontecer.
Ginecomastia - colaterais de origem estrogênica como ginecomastia e acúmulo de gordura localizada podem se manifestar, ainda que esses dois últimos não sejam tão comuns.
Quando usada em quantidades moderadas ela não altera os níveis de colesterol, e isso se dá pela sua forte ação estrogênica.
Ele é um esteroide 17aa, que significa que foi alterado na composição do Carbono 17, para sobreviver à primeira passagem no fígado.
Fígado - problemas hepáticos são uns dos efeitos colaterais, e esse que se deve ter mais cuidado, pois durante um ciclo no qual se use a metandrostenolona as enzimas do fígado se alteram rapidamente, indicando hepatoxidade mais elevada que outros esteroides anabolizantes 17aa. Ex: Oxandrolona e o Stanozolol.
Obs: Por esse motivo não se deve usar por períodos maiores do que 6 semanas.


Você sabia?
A Metandrostenolona atua também como um excelente anti-catabólico, reduzindo a quantidade de cortisol em até 70%.

Voltando.
A presença do grupo metil no carbono 17 da sua molécula, além de possibilitar a administração desta droga pela via oral, diminui a sua afinidade com o SHBG, tornando-se uma substância bastante ativa no organismo.
Quando se faz uso dessa droga em um ciclo, na maioria dos casos a libido e a auto-estima aumentam consideravelmente, e se tem a sensação de que seus músculos estão sendo bombeados o dia todo.

BIBLIOGRAFIAS E REFERÊNCIAS:

http://ftforcatotal.blogspot.com.br/2012/08/dianabol-saiba-mais-sobre.html
http://proporcaodevida.blogspot.com.br/2012/06/dianabol-o-que-e-para-que-serve-contra.html
avatar
Shadow
Hardcore
Hardcore

Mensagens : 1118
Pontos : 1188
Reputação : 24
Data de inscrição : 10/05/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum